Compartilhe

Por que algumas empresas, mesmo diante de crises, lidam melhor com os desafios do que outras? Seguramente porque estão estruturadas em conhecimento e prática.

Com mais de 35 anos no mundo corporativo e desde 2015 à frente da MORCONE Consultoria Empresarial, hoje trago um artigo sobre como lidar da melhor maneira com as finanças corporativas e controladoria.

O primeiro passo é compreender que lidar com as finanças corporativas ou com a gestão financeira é uma ciência nas organizações. Toda empresa, para se manter ativa e perene no mercado, precisa de fundos (recursos) suficientes para as suas operações e que sejam gastos e investidos da melhor maneira possível.

Aprendizado é um processo contínuo

Por mais corrido que seja o tempo no universo business é preciso sempre ter horas reservadas ao contínuo aprendizado. Pós, MBAs e todas as especializações disponíveis são mais do que recomendadas.

Há quem ainda acredite em gestão por osmose, ou seja, só de estar inserido no ambiente pode-se aprender a gerir e essa é uma grande falácia.

Nunca deixei de aprender com toda a minha vivência no mercado, porque tudo muda, as tecnologias, as demandas, os clientes e precisamos mudar junto e isso só acontece quando abrimos as portas da nossa vida para o conhecimento.

Esse é o primeiro passo: lidar com as próprias limitações e ir em busca de suportes para conseguir suplantá-las.

Finanças corporativas e controladoria é a base das empresas

Empresa com boa gestão financeira é aquela que tem sucesso a longo prazo, é aquela que consegue driblar momentos tensos como esse de mais de um ano de pandemia no Brasil.

A gestão financeira eficiente é aquela em que os gestores conseguem ter uma visão ampla da situação do negócio, o que permite melhor planejamento e análise para o futuro e melhores resultados.

Já a controladoria é, como o próprio nome sugere, o controle do potencial do negócio e tem como importante função ajudar os gestores a estarem no comando de todas as operações e tomar decisões mais assertivas.

Controladoria de uma maneira prática nas empresas

Essa metodologia da controladoria tem como pilar o processo de controle. Toda empresa precisa ter os seus padrões de qualidade que precisam ser previamente estabelecidos, sempre por meio do planejamento e do orçamento do negócio, ou seja, por isso que as finanças corporativas e controladoria caminham juntas.

A controladoria tem início na estruturação das operações contábeis, financeiras e das áreas de apoio. Logo depois, é preciso cuidar de todo o custo integrado à contabilidade, à formação de preço e venda e, claro, de tudo o que envolve a tomada de decisões da melhor maneira:

  • Orçamento empresarial;
  • Controle matricial de custos e despesas fixas;
  • Fluxo de caixa prospectivo;
  • Soluções financeiras e de captação de recursos;
  • Análise do desempenho do negócio;

Entre outros fatores.

A controladoria sempre poderá ajudar em uma definição, por meio dos padrões de controle, na projeção dos resultados com enfoque em seus objetivos.

O profissional que lida com a controladoria, geralmente é conhecido como “controller” e é responsável pela análise comparativa entre os resultados e os padrões de controle.

Empresas que estão afogadas atualmente – como proceder?

Muitas empresas nesse momento estão com as finanças corporativas e controladoria em total desequilíbrio e, na maioria dos casos, é complexo enxergar o que está ocorrendo porque o dia a dia empresarial faz com que muitos detalhes importantes passem despercebidos.

Contar com uma consultoria empresarial experiente ou com um profissional que possa assumir a gestão financeira ou controladoria do negócio ao mesmo tempo em que capacita tecnicamente os gestores é fundamental.

Friso que é muito importante investir em conhecimento, até mesmo uma mentoria empresarial pode ser recomendada em alguns casos.

Quais as principais dificuldades que a sua empresa enfrenta hoje?

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe. Lembre-se que na MORCONE Consultoria Empresarial pensamos em cada parte do seu negócio, utilizando metodologias e práticas inteligentes.

Veja também:

Implementação da Governança Corporativa no segmento das indústrias

Governança Corporativa no segmento de internet de pequeno porte


Compartilhe