Compartilhe

A humanização se tornou um termo muito utilizado em diversas áreas de atuação profissional, mas sabemos que se trata de uma ação, de um comportamento. Na área empresarial, embora muitas mudanças já estejam acontecendo há algum tempo, ainda precisamos constantemente falar sobre o assunto, educar sobre o tema.

Há 35 anos no mundo dos negócios e desde 2015 à frente da MORCONE Consultoria Empresarial, hoje trago uma reflexão sobre como a mentoria empresarial contribui no desenvolvimento humano da empresa.

Durante muitos anos, o mundo empresarial ficou marcado como uma engrenagem que faz o dinheiro girar e que existe em prol da lucratividade, mas temos visto, ainda mais em um cenário como esse que estamos vivendo por conta dessa pandemia mundial, que a necessidade da humanização nas relações é gigantesca, inclusive, na área empresarial.

Como consultor empresarial, lido com empresas de diferentes segmentos e portes e acredite, embora na maioria dos casos a necessidade maior “enxergada” seja quanto à área financeira e de gestão, o problema mais desafiador ainda está nas questões humanas e comportamentais.

Confira: Papel da Gestão de Pessoas é fundamental para o desenvolvimento de qualquer negócio

Mentoria empresarial atua auxiliando as empresas a lidarem com suas questões inerentes humanas

Organizações não são formadas por aquilo que se vê nos balanços financeiros, mas pela motivação, por conhecimentos, por valores e pelas emoções daqueles que estão envolvidos nos processos do negócio.

O principal objetivo das políticas de desenvolvimento nas empresas deve ser as pessoas e o seu potencial, consequentemente ao investir em pessoas, uma empresa está contribuindo não apenas para que pessoas alcancem os seus objetivos individuais, mas para o alcance de seus próprios objetivos enquanto negócio.

A mentoria empresarial contribui no desenvolvimento humano, porque com a experiência do gestor, é possível ver a própria empresa sob outra perspectiva. Me coloco como exemplo para explicar sobre esse benefício.

A minha trajetória me mostrou o quão o capital humano (as pessoas) são fundamentais e a base de qualquer empresa, afinal, organizações são formadas por pessoas. No meu trabalho como mentor, consigo identificar no que o negócio está pecando e por ter uma vivência que exalta os fatores humanos em uma empresa, também aponto os fatores comportamentais que precisam ser mudados.

Qual a relação da liderança com as equipes? É um tipo de liderança vertical, ou seja, alguém sob o comando, com o poder da palavra e as demais pessoas são enxergadas apenas como “peças no tabuleiro”? Se assim for, uma empresa está colocando em risco os seus talentos, gerando desmotivação e, provavelmente essas pessoas repletas de potencial, em breve, estarão trabalhando em outra organização, quem sabe até em uma concorrente direta, em que se sentem respeitadas e valorizadas.

Muitas empresas desejam “consertar” principalmente o que tem gerado problemas financeiros, mas se esquecem das questões humanas, do fator relacionamento com as pessoas no negócio.

A mentoria empresarial contribui para o desenvolvimento humano a partir de uma “troca humana”, afinal, as vivências do mentor empresarial, assim como o apoio e encorajamento, têm como objetivo também despertar o negócio para lidar com as suas deficiências quanto às relações com as equipes internamente.

Qual o papel da sua empresa no mundo? Esse é um questionamento fundamental para se fazer, ainda mais nesse momento de caos em que estamos vivendo. Caos econômico? Também, porém acredito que o grande caos seja na verdade, o das relações humanas.

Muitas empresas quebraram e muitas ainda vão quebrar e tenho algo a dizer que muitos empresários podem pensar ser uma grande bobagem ou frase dita por alguém com espírito idealizador, mas a razão dessa quebra está muito ligada à despreocupação durante anos com o desenvolvimento humano na empresa.

Uma empresa não fecha só por falta de dinheiro no caixa, mas principalmente, quando lhe faltam propósitos reais enquanto negócio, quando não há uma perspectiva humanista em sua atuação no mercado.

Não são as máquinas que gerenciam empresas, embora tenhamos inúmeros softwares fazendo o trabalho e otimizando inúmeros processos, quem lida, quem faz a empresa funcionar são as pessoas, são suas habilidades pessoais e profissionais.

É preciso que haja nas empresas uma troca humanizada e abertura para o aprendizado. A mentoria empresarial contribui no desenvolvimento humano da empresa porque não só ajuda a apontar os pontos que podem ser modificados no comportamento do empresário, como, por si só, já é uma maneira de aprendizado, afinal, a mentoria é uma possibilidade que a empresa encontra para se conhecer melhor enquanto organização.

O trabalho do mentor empresarial também é ajudar na evolução pessoal do empresário, que é essencial para o sucesso do negócio. Muitos problemas na empresa são reflexos de problemas comportamentais do empreendedor. A mentoria empresarial propõe essa troca honesta, em que o mentorado se coloca na posição de ouvinte, daquele que está apto a aprender, a se enxergar como pessoa e a enxergar o negócio como organização viva, formada por pessoas.

Sem desenvolvimento humano, empresas não crescem, não chegam muito longe, não se transformam significativamente. As relações humanas estão no centro do poder em uma empresa. É preciso compreender as pessoas que compõem o negócio, se entender por trás da administração do próprio empreendimento.

A mentoria empresarial atua como aquele norte, tão necessário, quando o negócio não consegue mais ver as suas singularidades humanas e precisa se reestruturar enquanto empresa para seguir no mercado.

Na MORCONE Consultoria Empresarial oferecemos o serviço de mentoria empresarial online. Entre em contato para conhecer mais sobre o trabalho e agendar o seu atendimento.


Compartilhe