Tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões, inclusive, em cenários de crise

tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões
Compartilhe

Temos vivenciado uma crise econômica global por conta da pandemia de Covid-19 e diante desse cenário em que a prioridade é a saúde pública mundial, muitos especialistas têm feito estimativas quanto ao reajuste econômico após a fase da quarentena.

No setor empresarial, vale compreender que essa nova crise recaiu sobre muitos negócios que ainda não tinham se recuperado completamente da crise 2015/2016. Uma das medidas ‘pós-covid’, apontadas por economistas, é que haja consenso entre o Banco Central e o Ministério da Economia, para que medidas acerca de concessões e privatizações sejam aprovadas com rapidez em 2021.

Desde 2015 à frente da MORCONE Consultoria Empresarial, atendo a todas as modalidades de negócio e inúmeros problemas financeiros e de gestão. Minha experiência de mais de 35 anos de vida corporativa me trouxe muitas experiências que acredito que podem servir de auxílio a muitos gestores, e hoje, pretendo explicar por que a tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões.

Dentre as muitas funções da tesouraria em um negócio, estão: atualização de cadastros; controles de contas a pagar; controle das contas a receber; controle do fluxo de caixa; ajuda na captação de recursos para o negócio; ajuda na aplicação de recursos financeiros e favorece a conciliação bancária, confirmando se as operações de pagamentos e recebimentos foram efetuadas dentro do prazo previsto.

Confira: Entenda se sua empresa precisa de mentoria ou consultoria empresarial

De que maneira a tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões

A tesouraria é um instrumento de gestão financeira que ajuda diretamente no crescimento de uma empresa. Dentre as suas principais funções está o controle do fluxo de caixa, que é uma das ferramentas de gestão mais importantes e está diretamente relacionado com as projeções de recebimento e pagamentos e com as decisões de captação e aplicação de recursos financeiros.

O papel da tesouraria no fluxo de caixa é fazer bater as previsões, o recomendado é que a empresa tenha fluxo de caixa com margem de erro de até 15%.

O gestor sabe que o planejamento estratégico está intimamente ligado ao direcionamento do fluxo de caixa e vamos supor que a empresa tenha o objetivo de aumentar o seu capital de giro em 30%, a empresa terá de se planejar para atingir esse objetivo.

A tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões à medida que dá ao gestor a certeza de que os recursos disponíveis em caixa são o suficiente ou não para cobrir todos os compromissos. É como o mapa que dá o “norte” que o negócio precisa para fazer as melhores escolhas em prol de seu crescimento.

Também é a tesouraria a responsável em dar ao gestor a resposta se existe espaço para investimentos de curto e de longo prazo, como é o caso das linhas de financiamento, por exemplo.

Principalmente nesse cenário atual, em que os negócios estão em busca de recursos para conseguir controlar dívidas e se planejarem até o final da quarentena, todo cuidado é pouco para que não façam a escolha errada. A tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões, inclusive, quando se deseja uma linha de financiamento, afinal, uma escolha errada pode prejudicar o negócio em longo prazo e impedir o seu crescimento.

É parte da função do gestor em tesouraria pesquisar as linhas de crédito mais eficientes e com a menor taxa de juros, evitando impactos negativos no crescimento da empresa, na lucratividade e na rentabilidade.

Nesse momento complexo por conta da pandemia, por exemplo, a empresa precisa buscar por linhas de financiamento de maneira estratégica e o ideal é que conte com uma boa gestão da tesouraria, mas se o momento atual não está favorecendo a tomada de decisões, contar com ajuda profissional é o mais indicado.

Outro papel importante da tesouraria na tomada de decisões é o de ajudar na definição das aplicações financeiras. Todo negócio precisa contar com investimentos para que alcance objetivos com mais facilidade e rapidez. A escolha das melhores aplicações financeiras deve levar em conta o capital de giro que impacta diretamente a liquidez da empresa.

Vamos supor que a empresa precise de muito caixa em um curto período de tempo, nesse cenário, deverá investir em uma alternativa de curto prazo, com rendimento até inferior, mas que possibilite o resgate quando necessário.

Agora em um contexto em que o negócio está com um bom fluxo de caixa, os recursos financeiros podem ficar retidos por mais tempo, o que trará um rendimento maior.

A boa gestão de tesouraria na empresa direciona a tomada de decisões e é fundamental para a saúde financeira do negócio, ajuda em momentos, inclusive, de crise, em que é preciso tomar decisões assertivas em um cenário de pressão para manter o negócio no mercado.

Muitos negócios, movidos hoje pelas más previsões sobre a economia, têm tomado decisões de maneira precipitada, muitos deles, têm vivido a consequência dessas escolhas feitas em momentos emocionais, o ideal é que não esperem a crise se instaurar, mas que pensem em estratégias e, dentre elas, está a busca por auxílio especializado, quando não é possível ter controle sobre a gestão e continuidade da empresa.

MORCONE Consultoria Empresarial oferece inúmeros tipos de consultorias e está pronta para atender os negócios nesse momento delicado que o país e o mundo enfrentam. Conte conosco! #tamojuntos


Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.